quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Capítulo 38 - Untitled

Emi: on
  Era uma quarta-feira gelada para o final de Outubro. Olhei pela janela e vi carros passando calmamente. Eram sete e meia da manhã. Desliguei o meu celular e fui tomar um café. Só que queria um café diferente, então coloquei uma jaqueta e fui para a rua ver se encontrava um lugar para tomar o café da manhã em Los Angeles.
  Comprei um cappoccino e uns cookies. Entrei em um parque.
  Havia pessoas fazendo caminhada e outras atividades. Sentei-me na grama embaixo de uma árvore, coloquei meus fones de ouvido e comecei a dar continuação a uma música. Ali me sentia bem e minha criatividade estava muito boa.
  Acabando de comer, me levantei e fui para casa, precisava estar lá para decidir qual roupa usar na estréia do álbum da Natty, que seria na sexta. Elizabeth me ajudaria.
  Quando cheguei, Natty estava pulando ou dançando na frente da TV. Olhando um pouco mais, percebi que Sean estava lá e eles estavam dançando naqueles tapetes de dança ligados no PlayStation. Eram nove da manhã, então mandei eles se acalmarem e abaixarem o volume do jogo. Natty protestou, mas o garoto apenas disse:
  - Ela disse ontem para eu vir aqui cedo, pois sentiria minha falta. - é minha expressão não devia estar boa para Sean dizer isso. Fiz um sinal que entendia - apesar de não entender muito o joguinho da Natty - e os deixei lá.
  - MARIA, CHEGUEI! - gritei da porta da cozinha. Cheguei mais perto dela e disse baixinho - Vou a uma entrevista agora, então cuida da Natty pra mim.
  Escutei Maria rindo. Voltei para a sala e vi Natty beijando Sean. Não sei o que me deu, mas fiquei com um sentimento estranho. Vendo aquilo me lembrei de Nick chateado por causa dos dois estarem separados, e agora era certo: não sabia o jogo da Natty. Passei perto do sofá esbarrei nele, de propósito. Subi a escada pisando forte. Um tempo depois Natty apareceu no meu quarto sorrindo e eu fiquei em silêncio escolhendo minha roupa.
  - O que foi? - ela perguntou sem paciência - Vai me acusar?
  - Não Natalie. - respondi com mais calma do que estava sentindo -  Você é responsável pelos seus atos.
  - Eu posso explicar...
  - Sei que pode - a interrompi - Mas não sei se eu posso acreditar, porque o que você me disse era mentira.
  - Sobre o que? - ela disse confusa.
  - Sobre seus sentimentos. - respondi - Uma hora ama o Nick, outra hora beija o Sean.
  - Eu te expliquei ontem e não menti. - ela revirou os olhos. - Olha, ele pediu para ficar comigo e eu estava com vontade de fazer alguma coisa louca e eu aceitei - ela explicou rindo. Tocou os lábios - E foi bom.
  - Espero que tenha sido - eu disse ironica. Estava pensando em Nick falando sobre Natty - Porque agora você desembestou e sai beijando todos...
  - Não beijo todo mundo. - ela protestou. - E agora eu sei o que eu sinto por ele. Tá mais para uma amizade colorida do que eu "gostar". Eu disse isso a ele e ele concordou, só que ele beija muito bem.
  Ainda não a entendia mas eu suavizei minha expressão.
  - Que bom. - forcei um sorriso - Tenho que me trocar para uma entrevista para uma revista francesa. Vai beijar mais o Sean, vai. - disse a última parte brincando. Natty me abraçou e saiu.
  Fiz um look rockinho cheio de acessórios.
  - Olá. - a repórter disse quando cheguei a lanchonete de um hotel. - Prazer em conhecê-la.
  - Oi - sorri - Também é um prazer.
  - Vamos começar? - ela me perguntou.
  - Já estou pronta. - respondi entusiasmada. Não tinha motivos para isso, mas estava bem animada e sorrindo de lado a lado do rosto.
  Eu respondia as perguntas com muita atenção e senti que ela gostou do que eu disse sobre meu relacionamento com Joe. Gostava de saber que havia tantas pessoas querendo saber mais sobre mim.
  Emi: off
  Joe: on
  Esta tarde estava totalmente livre de compromissos. Queria passá-la com Emi, já que não tínhamos passado muito tempo juntos. Liguei para Emi perguntando se ela queira sair comigo, e ela aceitou.
  - Nossa! - disse enquanto a esperava descer as escadas e eu a admirava no shorts brancos e blusa coral de mangas longas. - Você está linda! - Ela acabou de descer as escadas e olhou para si mesma.
  - Obrigada. - disse.
  Eu não aguentei me segurar por muito tempo. Andei depressa até onde ela estava, a peguei no colo e a beijei. Ela me olhou nos olhos segurando meu rosto delicadamente.
  - Sabia que eu te amo?
  - Sabia sim. - eu disse olhando para ela, dando-lhe outro beijo. Quando olhei aqueles olhos azuis e serenos dela, me lembrei de onde queria levá-la - Que tal a gente pegar um café e uns brownes? -  coloquei Emi de volta no chão. Ela não entendeu mas concordou.
  Então fomos pegar os cafés no Starburcks e a levei para fora da cidade.Liguei o som e enquanto dirigia, nós cantávamos as músicas.
  - Chegamos.
  - Joe, tem tantos lugares na cidade e você me trouxe para cá? - ela me perguntou incrédula.
  - Aqui nós podemos conversar sem sermos atrapalhados e essa praia tem um pôr-do-sol lindo. - ela sorriu, então eu sussurrei no ouvido dela enquanto pegava algumas coisas no banco de trás do carro - e ninguém vai nos atrapalhar quando nós estivermos nos beijando. - ela abriu um sorriso mais bonito ainda.
  Eu a guiei  para descer uns degraus sobre as pedras da praia. Aquela praia não estava totalmente vazia, pois havia alguns surfistas, mas estava bem tranquila.
  Forrei uma toalha de mesa na areia e ficamos lá, ela encostada em mim e eu fazendo carinho nos cabelos loiros dela.
  - Sabe de uma coisa? - ela disse se levantando - Você não me alcança - e saiu correndo em direção ao mar. Eu comecei a rir e logo a alcancei.
  Quando cheguei perto dela, a agarrei pela cintura e a girei no ar. Ela ria e estava ofegante e os cabelos loiros estavam bagunçados. Eu a coloquei no chão e senti a água bater nos meus pés. Senti também algo forte fluindo pelo meu corpo e quase tomando controle.
  Olhei para ela por um segundo e a trouxe para mais perto. Comecei a beijar seu pescoço, depois beijei o rosto e ai sim fui para os lábios. Doces lábios. O beijo ficou intenso e eu passa as mãos nas suas costas, a segurando. Emi respondia o meu beijo com calor, e colocou os braços envolta do meu rosto. Eu queria perder o bom senso e ficar daquele jeito sempre, queria perder o controle.
  - É melhor pararmos com isso. - ela disse respirando com dificuldade. Eu também estava ofegante, mas não queria parar.
  - Por quê?
  - Bem, - ela se separou de mim. - qualquer um pode sacar o celular e filmar alguma coisa, - ela disse passando o dedo pelo meu peito e o acompanhando com os olhos - A gente pode continuar isso em um lugar mais...
  - Intimo. - a interrompi, nesse momento ela olhou para mim - Tudo bem.
  Eu sorri e ela me abraçou. Fomos nos sentar de mãos dadas, depois foi minha vez de deitar no colo dela, então, ela começou a fazer carinho no meu cabelo.
  - Eu te conheço muito bem, - comecei - mas queria saber mais.
  Emi me olhou incrédula.
  - Como é que é? - ela me perguntou.
  - Qual sua cor favorita? - perguntei, ignorando o comentário dela.
  - Ah fala sério, Joe! - Emi falou revirando os olhos.
  - Não, Emi. - eu supliquei - Responde!
  - Tá bom. - ela me olhou - Lilás.
  - Animal? - perguntei. Para falar a verdade, eu realmente não sabia essas coisas, mas sabia o que comprar para ela, por exemplo
  - Coelho.
  Nossa conversa continuou assim até ela parar de responder, mas ai percebi que era hora de trocar de assunto. Ficamos daquele jeito até a lua alcançar a metade do céu. As luzes das barraquinhas ofuscavam um pouco do brilho da lua, mas tudo estava maravilhoso. Compramos alguns refrigerantes e frango frito para se alguém tiver fome.
  Emi deitou ao meu lado e ficamos observando as estrelas. Parece meio clichê, mas foi muito bom sermos apenas nós mesmos.
  - As estrelas estão lindas. - ela disse sorrindo.
  - Não tanto quanto você. - comentei e ela sorriu, se virando de costas para baixo se apoiando nos cotovelos.
  - Joe, - ela disse meu nome numa voz aveludada - você é realmente perfeito. - ela sorriu e o meu coração bateu mais forte. - Olha que lindo esse lugar, o que você me disse... Não sei se poderia amar alguém mais do que eu te amo.
  - Eu sei, - respondi sorrindo - eu não posso amar alguém igual a você. 
  Sorri ao ouvir o riso dela. Não sei como, mas a puxei para mais perto de mim e a beijei suavemente
  - Também não sei se há como amar mais do que eu te amo. - sussurrei no ouvido dela. Depois o beijei e fui descendo para o pescoço.
  Joe: off
  Natty: on
  Emi chegou em casa eram quase onze horas. Eu já estava de pijamas vendo filme na sala.
  - Por que você está aqui? - ela me perguntou.
  - Porque no quarto não tem esses filmes comprados. - disse em tom óbvio.
  - Ah. - Emi falou. Ela não se importou muito e foi para o quarto com brilho nos olhos.
  Veio na minha mente o meu dia. Lembrei-me que havia ficado com o Sean, e que isso foi uma coisa que eu realmente não esperava de mim mesma.
  Flashback: on
  "Fica comigo?' ele me disse. 'Ah Sean...' havia respondido desanimada 'Olha, eu sei como se sente, mas sei como eu te deixo, e olha tudo o que eu fiz por você. Eu gostei de você desde quando você entrou no estúdio e eu sempre te acompanhava pela internet. Mesmo que você não sinta o mesmo, faça esse favor para mim' Sean disse. e isso fazia sentido. Agora eu sorri comigo mesma por lembrar dos olhos dele.
  'Tá bom!' havia dito 'mas olha só, só uma ficada para te deixar feliz, pois você sabe que é só amizade.' terminei de dizer.
  Então eu o beijei. Não percebi no momento mas agora eu vi que eu dei muita intensidade quando eu não podia. Ele precisava daquilo e eu também, de certa forma. Ele começou aprofundar o beijo e eu decidi parar."
  Flashback: off
  Agora eu sorria para mim mesma e senti que fiz algo bom para um amigo.
  O filme começou e eu decidi prestar atenção. Era um filme que eu queria assistir.
  Durante o filme, houve um único intervalo, que eu usei o tempo para fazer pipoca e pegar uma Coca-Cola Light na geladeira. Quando o filme recomeçou, escutei um barulhinho estranho. Soava como uma pedra batendo no vidro. Não dei muita importância até que se repetir pela quarta vez.
  Peguei meu hobbie e fui ver o que era. O barulho vinha da sacada, mas a sacada do lado direito, onde a rua, apesar de cruzar com uma avenida, não era movimentada.
  Abri a porta de vidro e uma pedra acertou meu braço.
  - Ai! - disse baixinho praguejando a pessoa que jogava essas pedrinhas, que agora percebi que eram cascalhos. A luz da lua era intensa para uma cidade do tamanho de Los Angeles.
  Olhei para baixo e vi um carro conhecido. Não acreditava no que via.

E ai gente? Vcs comentaram mto rápido.... e entao tive que fazer o capitulo rápido tbm pra compensar. Eu sei, está terrível, mas... o BC tah mto bravo tanto que eu nem consegui dar um titulo, mas espero que vcs gostem. O blog está de cara nova e vou contar a vcs,to pensando em outro jeito pra ficar, mas por ora vai esse. Adrei os comentarios e vão ser 4 para o proximo capitulo. BJonas.
Respondendo:
Giovana: haha di nada. ; ].bjus
Sooh: brigada. Ahhh adorei seu blog. Ele é bem legal. bjus
Mah: KKK' vai por mim, ela vai decidir logo. Nun lembro msm e vc naum me conto. =[. É seu BC passou pra mim =(. ahsuashahsau. Bjonas ps:*foi o guitar hero*kkk. 
Ricele: verdade, vc sumiu e vc apareceu... foi magica... kkk/peray. é ela balançou, mas vai voltar ao normal, prometo. bjonas!!

6 comentários:

Cristal Negro disse...

Vc acaba de ganhar um selo de qualidade.

http://ystheffanie.blogspot.com/2011/01/selinho-de-qualidade.html

ღ Ricele ღ disse...

AH amei, hmm a Naty anda se divertindo com o sean coitadinho do Nick, mas acho que ela ta um poquinho certa né.

verdade apareci feito magica rsrs, nem to me reconhecendo, to de ferias e nem to entrando na net, ate meu pai estranhou.

Pelo visto já ta voltando ao normal, nesse clima todo com o Joe hmm

O capitulo ñ ta terrivel, para de ta falando essas coisas rs

bjonas

* Sôoh * disse...

Amei, tá perfeitoo :)
´posta lgooo

ღLíνία●•٠·˙ღ disse...

HEYYYYY Garota parabéns você recebeu um selo de MELHOR historia envolvente!!! Passe lá no meu blog e sabia como usa-lo : http://lindosefelizesjemi.blogspot.com/2011/01/selinho-de-qualidade-melhor-historia.html

Ps: AMO SUA HISTORIA!!!!

Beijins de estrelas!

\Te amhu BEST/

Mah disse...

UAUUUUUU meu comentário nem é necessário né , mas mesmo assim eu vou fazer um pq como eu sei q eu sou uma pessoa MUITO IMPORTANTE e q vc ficaria triste se eu ñ comentasse(kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ZOASS)ameiiiiiiii aii q cuttiii o Nick vai faze uma serenata pra Natty owwwwnnnnnn(vô CHORAAA).AMEIIIIIII.
PS:O TAPEETTTEEEEEE ,vcs tem q vir joga (se bem q o wii é melhor né)e o guitar hero robou sua criatividade,Ñ CULPA O MEU FILHOO.(shuahsuahsuahsuahsuahsuahsu)
PSS:SHIT QUERO ASSISTI CHARLIE ST. CLOUD.KKKKKKKKKKKKKKK(só com a gente pra acontece essas coisas).

Rita disse...

Please, passem pelo meu blog novo, leem a FIC e COMEENTEMM:

http://fictheclimb.blogs.sapo.pt/

Passem por lá!
Fquem beem...
Beijosss a tdz